quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Sorriso

Creio que foi o sorriso.
O sorriso foi quem abriu a porta.
Era um sorriso com muita luz.
Lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
Correr,navegar, morrer naquele sorriso.

Eugénio de Andrade.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

A Minha Vida é um Barco Abandonado

 
T.J.


A minha vida é um barco abandonado
Infiel, no ermo porto, ao seu destino.
Porque não ergue ferro e segue o atino
De navegar, casado com o seu fado?
 
Ah! falta quem o lance ao mar, e alado
Torne seu vulto em velas, peregrino
Frescor de afastamento, no divino
Amplexo da manhã, puro e salgado.
 
Morto corpo da acção sem vontade
Que o viva, vulto estéril de viver,
Boiando à tona inútil da saudade.
 
Os livros esverdeiam tua quilha,
O vento embala-te sem te mover
E é para além do mar a ansiada Ilha.
 
Fernando Pessoa "I n Cancioneiro"
 
 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Contrição.

 
T.J.
 
Cansei de ser a boa pessoa que tudo aceita;
Cansei de ser vitima da situação;
Cansei da hipocrisia que roda à minha volta;
Cansei de deixar de dizer o que sinto para não magoar os outros;
Cansei de me deixar levar pelos sentimentos;
Cansei de calar e deixar de reclamar;
Enfim, cansei de ser quem sou.
De agora em diante serei outra (não outra pessoa).
Terei outro pensamento, outra atitude, outra verdade...
 
T.J.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

 
T.J.
Vejo-me e revejo-me
no reflexo da incerteza.
Conto os passos que perdi, os que encontro
e sai de mim a indubitável certeza
de que nada sou.
 
Caminho a passos largos e  incertos
resvalo por caminhos desenhados em mapa confuso
de traços ambíguos.
E pergunto-me que viajante sou?
Peregrina por dever, ou turista desta vida que me escolheu?
 
Vou tentando encontrar a verdade.
Onde estará?
 
Talvez o sonho me traga outro espaço, outro rumo
-a certeza de ser o que quero-
 Quando a noite cair
e o mundo se transformar!!!
 
T.J.