terça-feira, 22 de janeiro de 2013

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Oculta Lágrima

 
T.J.
 


Mesmo que retornasses a pisar
as ervas do caminho,
mesmo que as tuas mãos anunciassem
em concha agua das fontes,
mesmo que em desatino
os sons da tua voz
como outrora se ouvissem perto ou longe
e mesmo que os teus olhos
languidamente para os meus olhassem -
só pooderia responder-te agora
com uma oculta lágrima
que não foi derramada
 
 
Antonio Salvado (Essa Estória).

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

 
T.J.
 
De Paris avec la neige et la pluie.


quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Arvore adentro

 
T.J.

 
Cresceu em minha fronte uma arvore.
Cresceu para dentro.
Suas raízes são veias,
nervos suas ramas.
Sua confusa folhagem pensamentos.
Teus olhares a acendem
e seus frutos de sombras
são laranjas de sangue,
são granadas de luz.
 
Amanhece:
 
na noite do corpo
ali dentro, em minha fronte,
a arvore fala.
 
Aproxima-te. Ouves?
 
Octávio Paz

terça-feira, 1 de janeiro de 2013